A sustentabilidade econômica e ambiental da cana-de-açúcar

publicado em: 14 de dezembro de 2020

A sustentabilidade econômica e ambiental da cana-de-açúcar

Há algumas décadas a expressão “monocultura” já não define mais a lavoura canavieira. Em pleno século 21, um pé de cana oferece muito mais do que só etanol, açúcar e cachaça, marca registrada do Brasil. As usinas se transformaram em indústrias sucroenergéticas e da planta pode ser aproveitado praticamente tudo, inclusive as cinzas.

A evolução tecnológica permitiu transformar o bagaço em energia elétrica limpa e sustentável. A partir de pesquisas científicas também foram explorados mais de 110 subprodutos, como plástico e papel biodegradáveis, óleo para fabricação de cosméticos, tecidos, ração animal, medicamentos, fertilizantes, defensivos agrícolas, entre outros.

Os exemplos demonstram o quanto a indústria canavieira se tornou ambientalmente correta e a exploração da cana cada vez mais parceira do meio ambiente. E não apenas isso. O setor tem um papel relevante na economia. Entre os segmentos do agronegócio, esse é o que tem maior taxa de empregos com carteira assinada: 95%.

Levantamento realizado pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica) também aponta que o setor sucroenergético é responsável por aproximadamente 1 milhão empregos formais diretos e 4 milhões indiretos. Além disso, as empresas que compõem a cadeia produtiva promovem diversas ações sociais em benefício das comunidades onde estão inseridas.

Na 39ª edição da Revista Cocred Mais, o tema é discutido pelo gestor corporativo da Associação dos Plantadores de Cana do Oeste do Estado de São Paulo (Canaoeste), Almir Torcato, pelo professor e pesquisador da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) Almir Sales, pelo vice-presidente executivo da Native, Leontino Balbo Junior, e pelo gerente de Bioeletricidade da União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica), Zilmar de Souza.

Confira a matéria completa clicando aqui.



Compartilhe:

Voltar
RESPONSABILIDADE SOCIAL
OUVIDORIA: 0800 725 0996

Atendimento: segunda a sexta, das 8h às 20h.

www.ouvidoriasicoob.com.br
Deficientes auditivos ou de fala: 0800 940 0458
Canal de comunicação de indícios de ilicitude
Clique aqui para ter acesso.
2016 © SICOOB COCRED. Todos os Direitos Reservados.