Plano Safra 2020/2021 tem R$ 236,3 bilhões à produção agropecuária

publicado em: 18 de junho de 2020

Plano Safra 2020/2021 tem R$ 236,3 bilhões à produção agropecuária

Crédito: Guilherme Martimon/Mapa

O governo federal anunciou o Plano Safra 2020/2021 com R$ 236,3 bilhões para apoiar a produção agropecuária. O valor representa aumento de R$ 13,5 bilhões, ou 6,1% a mais, em relação ao plano anterior. Os financiamentos podem ser contratados de 1º de julho deste ano a 30 de junho de 2021.

Do total, R$ 179,38 bilhões são destinados ao custeio e comercialização (5,9% acima do valor da safra passada) e R$ 56,92 bilhões são para investimentos em infraestrutura (alta de 6,6%). Os recursos devem garantir a continuidade da produção e o abastecimento de alimentos durante e após a pandemia.

Segundo a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, o Plano Safra continua focado em pequenos e médios produtores, que têm R$ 33 bilhões para financiamento de custeio e comercialização pelo Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), com juros de 2,75% e 4% ao ano .

Aos médios produtores rurais estão sendo destinados R$ 33,2 bilhões para custeio e investimento por meio do Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp), com taxa de juros de 5% ao ano. Já aos grandes produtores, a taxa de juros deve ser de 6% ao ano. 

Confira os números do Plano Safra 2020/2021

A subvenção ao Prêmio do Seguro Rural teve acréscimo de 30%, chegando a R$ 1,3 bilhão, o maior montante desde a criação. O valor deve possibilitar a contratação de 298 mil apólices, num montante segurado da ordem de R$ 58 bilhões e cobertura de 21 milhões de hectares.

Para incentivar a construção de armazéns nas propriedades com capacidade de até 6 mil toneladas, o governo federal está destinando R$ 2,2 bilhões, a juros de 5% ao ano.

O Programa para Redução de Emissão de Gases de Efeito Estufa na Agricultura (Programa ABC), principal linha para financiamento de técnicas sustentáveis, tem R$ 2,5 bilhões em recursos com taxa de juros de 6% ao ano. Já a linha ABC Ambiental, voltada para contribuir com a adequação das propriedades rurais ao Código Florestal, tem juros de 4,5% ao ano.

O Plano Safra 2020/2021 também oferece financiamento para aquisição de equipamentos de monitoramento climatológico, como estações meteorológicas e softwares, e de monitoramento da umidade do solo, a partir do Programa de Incentivo à Irrigação e à Produção em Ambiente Protegido (Moderinfra). 

A pecuária também recebe apoio financeiro por meio do Programa de Incentivo à Inovação e Tecnológica na Produção Agropecuária (Inovagro), para financiamento de equipamentos e serviços de precisão, automação, adequação e construção de instalações.



fonte: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Compartilhe:

Voltar
RESPONSABILIDADE SOCIAL
OUVIDORIA: 0800 725 0996

Atendimento: segunda a sexta, das 8h às 20h.

www.ouvidoriasicoob.com.br
Deficientes auditivos ou de fala: 0800 940 0458
Canal de comunicação de indícios de ilicitude
Clique aqui para ter acesso.
2016 © SICOOB COCRED. Todos os Direitos Reservados.